Frango, sinônimo de Saúde

Benefícios da Carne de Frango

Independentemente da confeção da carne de frango na nossa alimentação: cozida, assada ou grelhada (sendo de evitar os fritos, como é evidente), ela faz parte da nossa vida.

Frango de cabidela? Há quem goste e há quem abomine…

Como em muitas coisas na nossa vida, os “gostos” não se discutem…

  • Na carne de frango, encontramos uma enorme variedade de vitaminas, especialmente as vitaminas do complexo B, indispensáveis para o metabolismo celular, porque são fundamentais em processos energéticos, no sistema nervoso, e são fundamentais para órgãos internos como o estômago, fígado e intestino e órgãos mais exteriores e visíveis como a pele e o cabelo.  Importantes são estas vitaminas do complexo B, como a B2, a B6 e a B12.
  • Longe de  negligenciável serão também as vitaminas, tais como o cobre, o zinco e o manganês.
  • A carne de frango também é rica em vitamina PP, que é indispensável no sistema respiratório e na dilatação de vasos sanguíneos. A sua carência  conduz à fraqueza muscular, à anorexia, a lesões na pele, …
  • É rica em ferro e em fósforo, promovendo o fortalecimento global do organismo.
  • Como as carnes em geral, a carne de frango possui muitas proteínas. Os aminoácidos essenciais para o ser humano estão presentes nesta carne em alta concentração. A sua composição incorpora proteínas e enzimas. Estão na base de funções importantíssimas como a atenção, a concentração, entre outras que influenciam o nosso bem-estar.
  • Fonte de proteínas, a carne de frango é indispensável para o crescimento e para o desenvolvimento das crianças. Deve ser facultada à criança de seis meses de vida, ainda a receber o leite materno, cerca de três vezes por dia. Crianças que já não são amamentadas, devem ingerir esse alimento mais vezes, obviamente adaptado com legumes, fruta e cereais. Devem ser gradativamente introduzidos na alimentação das crianças. Como é de fácil digestão, a criança terá mais facilidade no seu consumo e assimilação como nutriente capaz de contribuir para a sua formação. Como não é rica em gordura e, para além disso, é fácil de deglutir, contribui significativamente para a formação e constituição física dos mais jovens. Isso constitui, aliás, uma orientação da Organização Mundial de Saúde.
  • Tem, também a vantagem esta carne “branca” de ter gorduras saturadas em menor quantidade que as carnes ditas “vermelhas” (vaca, porco,…). Recorde-se que as gorduras saturadas estão na base de múltiplos problemas cardíacos. Basicamente  idênticas do ponto de vista nutricional, divergem neste ponto. Crucial e eficaz para as nossas escolhas alimentares, diga-se em abono da verdade, deveria ser maior a sua inclusão na alimentação, ao invés da carne “vermelha”. É que, se basicamente o número de nutrientes é muito similar, o de gorduras deveria ditar que a carne magra, as carnes “brancas”, ricas em ácidos gordos insaturados, benéficos e protetores da nossa saúde, fossem sistematicamente, a nossa preferência.
Carne de Frango (Autor: Imagem em domínio público)Carne de Frango (Autor: Imagem em domínio público)

As virtualidades do frango, afinal, são extremamente positivas e indiscutivelmente potenciam o recurso a muitos e variados livros culinários sobre alimento tão versátil, económico e de fácil confeção.

Há que aproveitar todas estas qualidades, usando como recurso adicional a nossa imaginação.

A culinária ao serviço da Humanidade, a bem da saúde.

- Vai um prato de frango?

fonte: http://www.emforma.net/10579-os-beneficios-da-carne-de-frango

—————–

Frango deve ter presença diária em nossas refeições

O frango é fonte de diversas substâncias fundamentais para a boa saúde do nosso organismo. Assim como a carne do boi, a da galinha é rica em proteínas, mas com uma diferença muito importante: a quantidade de gorduras saturadas é muito menor. E são essas gorduras as responsáveis pela maioria dos casos de problemas cardíacos atualmente.

Todos os aminoácidos essenciais estão presentes no frango. É o arranjo desses compostos que formam diversos tipos de proteínas e enzimas. O humor, a atenção, a concentração e a qualidade do sono são alguns exemplos de nossas funções que são influenciadas pela presença dos aminoácidos, o que mostra sua importância.

Mas isso é só o começo. O frango possui grande quantidade de vitaminas, principalmente as do complexo B, como a B2 e a B12. Elas são essenciais para o metabolismo celular, pois atuam em processos energéticos, em funções do sistema nervoso, além de serem importantes para o estômago, intestino, pele, cabelo, olhos, boca e fígado.

A vitamina PP também está presente na carne da ave. Ela trabalha em processos do sistema respiratório e na dilatação dos vasos sanguíneos. Sua falta pode levar a fraqueza muscular, anorexia, estomatite e lesões na pele entre outros problemas.

Esses são apenas alguns dos benefícios do frango, que também é uma boa fonte de ferro e fósforo. Mas é importante lembrar: dê preferência ao frango caipira, pois é criado de forma mais natural, sem hormônios e outros produtos sintéticos. Então, sempre que possível deixe um espaço para esse alimento tão gostoso e, principalmente, nutritivo em seu prato.

por Doutor Maximo Asinelli (CRM-Pr 13037)
Médico Nutrólogo
Site: www.clinicaasinelli.com